País

Diretor do SEF ordena recolha de armas não letais

Medida faz parte de um plano de inventário global.

O novo diretor do SEF ordenou a recolha de todas as armas não letais que estavam nas mãos dos inspetores. Até ao dia 15, as armas não letais, como bastões e sprays de gás pimenta têm que estar todas no armeiro central do Serviço.

Esta medida faz parte de um plano de inventário global

Na primeira fase, entre setembro e dezembro, foram confirmados os dados sobre todas as armas de fogo, mas não implicou a entrega física das armas.

Esta segunda fase resulta de um despacho de 22 de dezembro assinado pelo tenente-general Luís Francisco Botelho Miguel, depois de terem sido reveladas as imagens do caso da morte de Ihor Homeniúk no aeroporto de Lisboa, onde se vê, com um bastão extensível, um dos inspetores acusados da morte do ucraniano.

De acordo com a Renascença, não existe um registo das armas não letais e por isso não se sabe ao certo que armamento está espalhado pelo país, em que quantidades ou quem que estado de conservação.

  • 33:00