País

Operação Fora de Jogo: "A Justiça está a atirar-se à jugular dos clubes"

Loading...

O diretor de informação da SIC analisa as buscas que estão a decorrer no Sporting de Braga e no Vitória de Guimarães.

Desde o Football Leaks que se nota uma mudança de como as autoridades fiscais olham para os negócios do futebol, considera Ricardo Costa, salientando que as questões de transferências de jogadores e de dinheiro são mais rastreadas e rastreáveis.

As buscas no Sporting de Braga e Vitória de Guimarães no âmbito da operação Fora de Jogo que tem feito buscas a várias SAD revelam que "esta é uma conjugação de casos que envolve os grandes clubes, mesmo que os processos sejam distintos".

"A Justiça está, de uma forma conjugada e concertada, a atirar-se à jugular dos clubes por via das transferências e por via do fisco e pode provocar grandes problemas aos clubes", considera Ricardo Costa

Buscas no Sporting de Braga e no Vitória de Guimarães

Estão a decorrer desde esta manhã várias buscas das autoridades judiciárias no Estádio do Sporting Clube de Braga e também no Vitória de Guimarães. Os escritórios do advogado e empresário Bruno Macedo também são alvo de buscas, assim como Jorge Medes e a Gestifute, num total de "cerca de duas dezenas de buscas domiciliárias e não domiciliárias".

Segundo o comunicado do DCIAP, as buscas da Autoridade Tributária e do Ministério Público lideradas pelo juiz Carlos Alexandre são no âmbito da operação Fora de Jogo que já tinha feito buscas em março do ano passado a várias SAD .

Estão a ser realizadas "duas dezenas de buscas domiciliárias e não domiciliárias" " em instalações de Sociedades Anónimas Desportivas, em empresas e em escritório de advogados".

Em causa estão suspeitas de crimes de fraude fiscal, fraude à segurança social e branqueamento de capitais, no valor de 15 milhões de euros.

SAIBA MAIS:

Últimas Notícias