País

Jerónimo de Sousa vai abandonar liderança do PCP

Jerónimo de Sousa vai abandonar liderança do PCP
TIAGO PETINGA

Paulo Raimundo será o novo secretário-geral.

Jerónimo de Sousa vai deixar a liderança do partido e será substituído por Paulo Raimundo, que vai assumir o cargo de secretário-geral do PCP.

De acordo com um comunicado enviado às redações, o partido explica que a “situação de saúde” de Jerónimo de Sousa e as “exigências correspondentes às responsabilidades que assume” colocaram o seu lugar à disposição.

Jerónimo de Sousa vai manter-se como membro do Comité Central do PCP, adiantam no comunicado.

Ao fim de 18 anos como líder comunista, o partido destaca “a grande dedicação e empenho" e, ainda, o "compromisso com o ideal e projeto do PCP".

A proposta para novo líder vai ser votada em reunião da direção do Comité Central no dia 12 de novembro, após a conclusão dos trabalhos do primeiro dia da Conferência Nacional.

O PCP classifica Paulo Raimundo como um comunista de uma “geração mais jovem, com um percurso de vida marcado por uma experiência diversificada, com capacidade, inserção no coletivo” e que está “preparado para uma responsabilidade que associa a dimensão pública à ligação, contacto e identificação com os trabalhadores e as massas populares”, assim como com o PCP “as suas organizações e militantes.”

Jerónimo de Sousa, 75 anos, abandona a liderança do partido, após perto de 18 anos no cargo.

Últimas Notícias