Coronavírus

Coronavírus leva cada vez menos pessoas a igrejas, mesquitas e templos

Coronavírus leva cada vez menos pessoas a igrejas, mesquitas e templos

Andreia Melo

Jornalista

Há mesmo paróquias que já decidiram fechar portas e celebrar missas só na internet.

Especial Coronavírus

Na Ásia, há cada vez menos pessoas a frequentar igrejas, mesquitas e templos. Há mesmo paróquias que já decidiram fechar portas e celebrar missas só na internet. Em causa, está o medo da propagação do coronavírus.

Nas Filipinas, são poucos os que ainda vão à igreja e os que vão têm de cumprir com as restrições impostas. É obrigatório usar máscara e não são permitidos apertos de mão nem mãos dadas durante as orações.

Em Hong Kong, as medidas são mais drásticas. A partir de hoje, todas as missas estão suspensas. Mas há alternativa. Vai ser possível ver a eucarisitia ser celebrada através da internet.

Na Malásia, milhares de pessoas concentraram-se nas ruas, apesar da ameaça do coronavírus, para celebrar o Thaipusam, um festival Hindu no qual os malaios pedem perdão, saúde e paz para o novo ano.

A Indonésia parece ser o único país asiático que não sente a ameaça do Covid-19. Milhares de pessoas continuam a encher as mesquitas.

Veja também:

  • DGS teve parecer positivo para uso generalizado de máscaras

    Coronavírus

    Em Portugal a Covid-19 já fez 295 mortes e 11.278 infetados. Chegou este domingo a Lisboa um avião da TAP fretado com material médico oferecido pela China no valor de 4,5 milhões de euros. 53 portugueses foram repatriados da Indonésia e da Índia. Boris Johnson foi este domingo internado no hospital para exames, 10 dias após testar positivo para coronavírus. Acompanhe aqui a evolução do novo coronavírus.

    Direto

    SIC Notícias