Coronavírus

Doentes Covid-19, não Covid-19 e gripe: a tempestade perfeita para o SNS no inverno

Ordem dos Médicos preocupada com falta de capacidade do SNS para enfrentar o inverno lança alerta à ministra da Saúde.

Especial Coronavírus

A Ordem dos Médicos faz um apelo urgente à ministra da Saúde para que mude já a estratégia para o SNS. Numa carta assinada pelo atual bastonário e outros cinco antigos dirigentes, pedem uma "estratégia robusta para o inverno".

A segunda vaga do novo coronavírus começa a ganhar força, há ainda a gripe sazonal e todos os outros doentes que é preciso atender. O bastonário das ordens da saúde teme que o sistema não consiga responder às necessidades dos doentes.

O atual bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, e os anteriores cinco dirigentes escreveram à ministra da Saúde, que acusam de não ter aprendido a lição dos meses que passaram.

Dizem que não há uma estratégia eficaz, pensada para enfrentar o inverno, que este ano tem um novo adversário.

Para os médicos, há três grandes desafios a que o SNS tem de conseguir responder sem falhas: os doentes Covid, a gripe sazonal e os doentes não Covid, que se acumularam, com consultas, tratamentos e rastreios em atraso.

No texto à ministra, publicado no jornal Público, os bastonários consideram que se "vive uma tragédia no Serviço Nacional de Saúde" e que "a mudança tem de chegar já com um investimento de grandes dimensões" e "com uma liderança forte e eficaz", que dizem não estar a acontecer.

VEJA MAIS NO ESPECIAL NOVO CORONAVÍRUS

As notícias mais recentes em https://sicnoticias.pt/ultimas