Coronavírus

Covid-19. Portugal tem 29 concelhos acima do limite de incidência

Canva

Saiba em que nível de risco está o seu.

Saiba mais...

Portugal tem esta sexta-feira 29 concelhos com incidência da covid-19 superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, valor igual ao indicado no anterior boletim, divulgado na sexta-feira.

Em risco muito elevado de contágio estão os municípios de Nordeste (1.049) e Vila Franca do Campo (1.312), ambos nos Açores, que registam incidências acumuladas superiores a 960 casos por 100 mil habitantes.

Dos 29 concelhos, três registam um acumulado, nos últimos 14 dias, de mais de 480 casos por cada 100 mil habitantes: Machico (581), Barrancos (551) e Odemira (757).

Sete concelhos têm valores acima dos 240 casos por 100 mil habitantes: Alandroal (361), Aljezur (304), Portimão (382), Resende (385), Rio Maior (309), Moura (313) e Penela (334).

Risco extremo (mais de 960 casos por 100 mil habitantes)

  • Nordeste
  • Vila Franca do Campo

Risco muito elevado (480-960 casos)

  • Barrancos
  • Machico
  • Odemira

Risco elevado (240-480 casos)

  • Alandroal
  • Aljezur
  • Moura
  • Penela
  • Portimão
  • Resende
  • Rio Maior

Risco moderado (120-240 casos)

  • Albufeira
  • Almeirim
  • Carregal do Sal
  • Figueira da Foz
  • Lagoa (Açores)
  • Marinha Grande
  • Mêda
  • Miranda do Corvo
  • Miranda do Douro
  • Olhão
  • Paredes
  • Penalva do Castelo
  • Porto Moniz
  • Ribeira Grande
  • Valongo
  • Vila Franca de Xira
  • Vila Nova de Famalicão

Todos os restantes concelhos registam menos de 120 casos por 100 mil habitantes.

Desconfinamento a três velocidades. O que muda a partir de segunda-feira?

Portugal, "na generalidade do território nacional", entra na segunda-feira na próxima fase do desconfinamento.

O Governo acredita que há "condições de dar o próximo passo". Contudo, há seis concelhos que não avançam para esta terceira fase por estarem acima dos 120 casos por 100 mil habitantes a 14 dias e quatro concelhos que vão voltar a estar sob as regras da primeira fase, por estarem acima de 240 casos por 100 mil habitantes.

Apesar de Portugal avançar no desconfinamento, e este avanço representar o aumento das exceções ao dever geral de recolhimento, o primeiro-ministro, António Costa, pediu, ainda assim, “contenção” aos portugueses.

Portugal com mais 4 mortes e 553 novos casos de covid-19 em 24 horas

Portugal contabiliza esta sexta-feira mais 4 mortes e 553 novos casos de covid-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 16.937 mortes e 829.911 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta sexta-feira ativos 25.367 casos, menos 47 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 429 doentes, mais 6 do que na quinta-feira. Nos cuidados intensivos estão 101 doentes, menos 8.

Os dados indicam ainda que mais 596 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 787.607 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

RT RECUA, INCIDÊNCIA DE NOVOS CASOS TAMBÉM


O Rt - índice de transmissibilidade - desceu hoje para 1,05 a nível nacional e para 1,04 no território continental.

No que respeita à incidência de novos casos de infeção com SARS-CoV-2, os dados revelam também uma queda para 71,6 casos por 100.000 habitantes e 68,0 casos por 100.000 habitantes se for considerado apenas o continente.

A incidência refere-se ao número de novos casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda, quarta e sexta-feira.

  • A escola como uma gigantesca perda de tempo

    País

    Pode ser Eva. Fez um teste de Geografia e foi a única da turma a ter negativa. Dos seus olhos formosos e inexpressivos, num rosto negro como o touro do Herberto Helder, ruíram-lhe duas lágrimas. Mas daquelas que represam tanta água - tanta mágoa - que deixam cicatrizes aquosas. 43%.

    Opinião

    Rui Correia