Guerra Rússia-Ucrânia

Zelensky revela que autoridades planeiam enviar equipa a Zaporíjia para garantir segurança atómica

Loading...
Responsável exige a retirada "incondicional e o mais rápido possível" do Exército russo da central nuclear.

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, revela que as autoridades locais estão em "constante contacto" com a Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) e que planeiam enviar uma equipa para a região de Zaporíjia para garantir a segurança atómica.

Apenas a transparência absoluta e uma situação controlada dentro e ao redor da central nuclear "podem garantir um regresso gradual à segurança nuclear normal para o Estado ucraniano, para a comunidade internacional e para a AIEA", realçou Zelensky, na habitual mensagem de vídeo noturna diária dirigida à nação.

O responsável exigiu a retirada "incondicional e o mais rápido possível" do Exército russo da central nuclear, que permita um regresso gradual da segurança ucraniana e internacional.

"O Exército russo deve retirar-se do território da central nuclear e de todas as áreas vizinhas, e retirar o seu equipamento militar da central. Isto deve acontecer incondicionalmente e o mais rápido possível", exigiu o governante.

A Ucrânia está preparada para garantir o controlo adequado à AIEA, para que a missão correspondente "possa ser enviada à fábrica de Zaporijia de forma legal, com muita rapidez e eficiência", acrescentou Zelensky.

Últimas Notícias
Mais Vistos