Os números da Covid-19

Portugal com mais 6 mortes e 3.162 casos de covid-19 em 24 horas

Pedro Nunes / Reuters

Há um aumento de doentes internados e em cuidados intensivos, revela o último balanço da Direção-geral da Saúde.

Portugal contabiliza este sábado mais 6 mortes e 3.162 novos casos de covid-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 148 mortes e 905 651 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 44 006 casos, mais 683 em relação a ontem.

A maioria das novas infeções foi registada na região de Lisboa e Vale do Tejo, com 1.407 casos.

As seis mortes registadas nas últimas 24 horas ocorreram nas regiões do Algarve, com duas, no Centro, com uma, e Lisboa e Vale do Tejo, com três.

O boletim da DGS revela que estão internados 632 doentes, mais 15 do que ontem.

Nos cuidados intensivos estão 144 doentes, mais 3.

Os dados indicam ainda que mais 2.473 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 844 497 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 72 635 contactos, mais 1.317 relativamente ao dia anterior.

Faixa etária em que se regista maior número de mortos é a de maiores de 80 anos

As seis mortes registadas nas últimas 24 horas ocorreram nas regiões do Algarve, com duas, no Centro, com uma, e Lisboa e Vale do Tejo, com três, elevando o número de óbitos atribuídos à pandemia para um total de 17.148, dos quais 9.007 relativos a homens e 8.141 a mulheres. A faixa etária em que se regista maior número de mortos é a de maiores de 80 anos, seguida dos 70-79.

Desses seis óbitos hoje anunciados, um enquadra-se na faixa etária entre os 50 e 59 anos, e outro na faixa etária dos 60-69, enquanto os restantes quatro estão no grupo dos 70-79 anos.

Faixa etária com maior número de casos registados foi a dos 40 aos 49 anos

A faixa etária com maior número de casos registados nas últimas 24 horas foi a dos 40 aos 49 anos, seguindo-se o grupo dos 50 aos 59 anos e os grupos dos 20-29 e 30-39 anos.

Dados por região

A região de Lisboa e Vale do Tejo contabiliza desde então 353.171 casos de infeção, seguida de perto pelo Norte (352.709), refere a DGS.

No Centro já foram notificados 124.362 casos, no Alentejo 31.726, no Algarve 27.100, na Madeira 10.064 e nos Açores 6.519.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação disponibilizada no boletim da DGS.

Taxa de incidência e índice de transmissibilidade

A taxa de incidência nacional é de 272,0 casos de infeção por 100 000 habitantes. E no continente está nos 280,5 casos por 100 000 habitantes.

O R(t) nacional é de 1,18 e no continente é de 1,19.

Os dados dos indíces R(t) e da incidência são atualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

Açores com 46 novos casos em São Miguel, dois na Terceira e um nas Flores

Os Açores somam hoje um total de 49 novos casos de covid-19, depois de terem sido detetados 46 casos em São Miguel, dois na Terceira e um nas Flores, e ainda 24 recuperações, nas últimas 24 horas.

Segundo o boletim diário da Autoridade de Saúde Regional, três dos casos detetados em São Miguel "referem-se a viajantes, não residentes, com análises positivas no rastreio de 6.º dia" e todos os restantes casos decorrem em contexto de transmissão comunitária.

Os viajantes estão alojados nas freguesias da Maia e Rabo de Peixe, no concelho da Ribeira Grande, e na Algarvia, concelho do Nordeste.

No concelho da Lagoa há 15 novos casos de covid-19 (oito no Rosário, quatro em Água de Pau dois em Santa Cruz e um no Cabouco) e em Ponta Delgada 22 (seis nos Arrifes, três no Pilar da Bretanha, dois em São Sebastião, dois na Fajã de Cima, dois na Relva, dois no Livramento, dois nas Capelas, um em São Roque, um nos Mosteiros e um nos Fenais da Luz).

Já na Ribeira Grande contam-se seis novas infeções (duas na Matriz, uma em Rabo de Peixe, uma na Conceição, uma em Santa Bárbara e uma na Maia), em Vila Franca do Campo há uma, na freguesia de São Miguel, e no Nordeste há duas, ambas na Algarvia.

Os dois casos da Terceira e o caso das Flores são de "dois viajantes, não residentes, com análise positiva no rastreio de 6.º dia" e reportam-se ao concelho de Angra do Heroísmo, na Terceira, e das Lajes, na ilha das Flores.

As 24 recuperações são todas na ilha de São Miguel -- 10 na Lagoa, nove em Ponta Delgada e cinco na Ribeira Grande.

Quanto aos internamentos, não há alterações em relação a sexta-feira, com cinco pessoas internadas no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, e um no Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, nenhum deles em Unidade de Cuidados Intensivos.

O arquipélago tem atualmente 363 casos positivos ativos, sendo 333 em São Miguel, 17 na Terceira, seis no Pico, três nas Flores, dois no Faial e dois em São Jorge.

"Estão ativas no arquipélago cinco cadeias de transmissão local primária, sendo uma no Faial, duas no Pico e duas na Terceira", revela a Autoridade de Saúde Regional".

Já foram extintas 204 em todas as ilhas.

Há hoje 1.853 pessoas em vigilância ativa nos Açores.

Desde o início da pandemia foram diagnosticados nos Açores 6.680 casos positivos de covid-19.

Recuperaram da doença 6.142 pessoas, 34 morreram, saíram do arquipélago 83 e 58 apresentaram prova de cura anterior.

Até ao presente realizaram-se 579.319 análises para despiste do vírus SARS-CoV-2, que causa doença Covid-19.

Desde 31 de dezembro de 2020 e até 8 de julho, foram administradas nos Açores 250.705 doses de vacinas contra a covid-19, havendo 129.190 pessoas com pelo menos uma dose (53,21% da população) e 121.515 pessoas com vacinação completa (50,05%), no âmbito do Plano Regional de Vacinação.

Quer ir almoçar ou jantar fora este fim de semana? Estas são as regras

A partir deste fim de semana passa a ser exigido teste negativo à covid-19 ou certificado digital para fazer check-in num hotel em todo o país. O mesmo será aplicado a refeições no interior de restaurantes nos concelhos de risco elevado e muito elevado ao fim de semana.

Marcelo entende que novas medidas são equilibradas

O Presidente da República diz que as novas medidas de combate à pandemia anunciadas pelo Governo são equilibradas e fazem um "esforço de colagem à realidade". Em Trás-os-Montes, Marcelo Rebelo de Sousa referiu-se ainda ao Plano de Recuperação e Resiliência do Executivo para dizer que não é o ideal, mas é "o plano que temos".

Ultrapassados os 4 milhões de mortos no mundo

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 4.013.756 de mortos em todo o mundo, resultantes de mais de 185.508.430 de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente feito pela agência France-Presse.

Os países com o maior número de mortos são os Estados Unidos, o Brasil, Índia, México, Rússia e França.

A covid-19 é uma doença respiratória causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

A grande maioria dos pacientes recupera, mas uma parte evidencia sintomas por várias semanas ou até meses.

Links úteis

Mapa com os casos a nível global