Coronavírus

Ministra diz que não há disponibilidade no mercado para contratar profissionais para o hospital de Penafiel

JOSÉ COELHO/POOL

Marta Temido fala em situação mais calma em Penafiel após transferência de doentes para outras unidades.

Especial Coronavírus

A Ministra da Saúde, Marta Temido, disse esta sexta-feira que não há disponibilidade no mercado para contratar mais profissionais de saúde para o Hospital de Penafiel.

Numa conferência de imprensa sobre a capacidade de resposta do Serviço Nacional de Saúde à pandemia de covid-19, realçou ainda o facto de muitos profissionais terem ficado doentes, visto que "um hospital espalha a comunidade na qual se integra".

Marta Temido reconheceu que os profissionais de saúde daquela unidade estão cansados, mas empenhados no combate à pandemia.

A transferência de doentes para um hospital privado e para outros hospitais do Serviço Nacional de Saúde terá aliviado a pressão no hospital, diz a ministra.

Pressão nos hospitais

Ainda sobre a pressão nos hospitais, a ministra lembrou que há mais unidades em risco apesar de o hospital de Penafiel "está no centro do furacão".

Marta Temido deixou um aviso: nenhuma unidade hospitalar do SNS está livre de sofrer uma sobrecarga de doentes.