Coronavírus

Covid-19. Nova fase de desconfinamento pode não acontecer

Marta Temido avisa que "não é possível garantir que o futuro seja desta ou daquela maneira".

Saiba mais...

Na segunda-feira o país ultrapassou os 120 casos de covid-19 por 100 mil habitantes, colocando em causa o avanço no desconfinamento. Com Portugal continental já na zona vermelha da matriz de risco, o Governo reafirma a possibilidade de dar um passo atrás.

" Não é possível garantir que o futuro seja desta ou daquela maneira. O que podemos garantir é que tudo faremos para que isso não seja necessário, mas conhecemos a nossa realidade. Os números continuam a aumentar" garante Marta Temido.

Esta quarta-feira, Portugal contabiliza mais três mortes e 1497 novos casos de covid-19, segundo o relatório da Direção-Geral da Saúde.

O número de internados continua a subir, acima dos 400 pelo quarto dia consecutivo.

O índice de transmissibilidade está há muito acima do 1, sendo que a nível nacional verifica-se, nesta quarta-feira, um índice de 1,17.

Medidas restritivas

O plano de desconfinamento deverá manter-se com as restrições na lotação dos transportes públicos, a marcação prévia nas Lojas do Cidadão, portas fechadas nos bares e discotecas, proibição de festas e romarias e, ainda, dos eventos com 50% da lotação.

Variante Delta alterou previsões de desconfinamento

De acordo com a informação adiantada pelo INSA à Renascença, foram detetados em Portugal 24 casos de infeção pela variante Delta Plus, que era anteriormente referida como variante do Nepal.

O INSA acrescentou ainda que esta mutação representa somente 2,5% do total de casos de infeção pela variante Delta, que já é dominante na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde constitui cerca de 70% do total de casos de infeção detetados.

"A maior parte dos internamentos, por exemplo, pela variante delta é nos não vacinados. Existe uma percentagem ainda significativa nas pessoas que só foram vacinadas com uma dose. Se vacinarmos com as duas doses sabemos que a percentagem de casos graves diminui muito" afirma Ana Abecassis, Diretora da Unidade de Saúde Pública Internacional da UNL.

Portugal pode atingir mais de 2 mil casos covid-19 por dia

Muitos especialistas acreditam que Portugal está a enfrentar uma quarta vaga de covid-19.

Daqui a menos de um mês, as previsões apontam para quase 2.500 casos por dia e os hospitais poderão ter mais de 600 doentes internados.

Para conter esta vaga, os investigadores pedem às autoridades de saúde que acelerem os inquéritos epidemiológicos, ao mesmo tempo que sugerem medidas menos restritivas para quem já se vacinou ou tem um teste negativo.

Veja também: