Mundo

Tensão em Ceuta. Manifestantes pró e anti-imigração confrontam-se durante protesto proibido

Santiago Abascal, líder do Vox, optou por falar aos jornalistas dentro do hotel acusando a manifestação de ser ilegal.

Apesar da proibição decretada pela delegação do Governo em Ceuta, os apoiantes do partido Vox e os apoiantes da entrada de migrantes estão concentrados numa das praças cidade. A manifestação começou no final da tarde desta segunda-feira.

De um lado do cordão policial, manifestantes a favor de quem entra em Ceuta vindo de Marrocos, mesmo que de forma ilegal. Do outro, quem está contra a imigração de que agora se fala – muitos destes a favor do líder do Vox, Santiago Abascal. Juntos, numa concentração não autorizada.

A delegação do Governo em Ceuta já tinha proibido a manifestação. Depois, o Tribunal Superior de Justiça da Andaluzia fez o mesmo. Mas, mesmo assim, todos saíram à rua. Todos, menos Santiago Abascal que escolheu falar aos jornalistas dentro do hotel para acusar a manifestação de ser ilegal.

A decisão de proibir as manifestações, segundo explicou a delegação do Governo, foi tomada devido ao risco para a segurança dos cidadãos, dada a situação atual na zona.