País

Joe Berardo assistido pelo INEM no tribunal

Empresário sentiu-se mal.

Joe Berardo foi assistido pelo INEM, esta quinta-feira, depois de se ter sentido mal no Tribunal Central de Instrução Criminal, onde foi presente ao juiz Carlos Alexandre.

O interragório ao empresário madeirense já terminou. As medidas de coação no âmbito do chamado "caso CGD" serão conhecidas na manhã desta sexta-feira, pelas 09:00, pelo que o empresário passará mais uma noite detido.

O interrogatório durou cerca de 45 minutos e a SIC sabe que apesar do empresário ter "muita vontade em falar", foi aconselhado a não o fazer.

Joe Berardo foi detido na terça-feira no âmbito de uma investigação aos empréstimos ruinosos da Caixa Geral de Depósitos. Passou as últimas duas noites na prisão anexa à Polícia Judiciária.

Além de Joe Berardo e do advogado André Luiz Gomes, há pelo menos mais uma dezena de arguidos no processo. A lista inclui o irmão e um dos filhos do empresário madeirense e ainda Carlos Santos Ferreira, suspeito de beneficiar Berardo enquanto presidente da Caixa Geral de Depósitos.

Estão ainda envolvidas seis sociedades ligadas ao comendador.

Segundo comunicados da PJ e do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), em causa no processo está um grupo "que entre 2006 e 2009 contratou quatro operações de financiamentos com a CGD, no valor de cerca de 439 milhões de euros" e que terá causado "um prejuízo de quase mil milhões de euros" à CGD, ao Novo Banco e ao BCP.

VEJA TAMBÉM: