Coronavírus

Declarada emergência de saúde pública internacional

Surto do coronavírus já provocou 213 mortes.

Especial Coronavírus

O Comité de Emergência da Organização Mundial de Saúde (OMS) decidiu, esta quinta-feira, declarar emergência de saúde pública internacional devido ao surto do novo coronavírus.

Uma emergência de saúde pública internacional supõe a adoção de medidas de prevenção e coordenação à escala mundial. Para a declarar, a OMS considera três critérios: uma situação extraordinária, de risco de rápida expansão para outros países e de resposta internacional coordenada.

A decisão é conhecida depois de o Comité de Emergência da OMS se ter reunido novamente, depois de há uma semana ter considerado prematura a emergência internacional.

Esta é a sexta vez que a OMS declara emergência de saúde pública internacional.

DOIS PRIMEIROS CASOS EM ITÁLIA

O primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte revelou esta quinta-feira a existência de dois casos confirmados de coronavírus no país.

Conte anunciou também a suspensão do tráfego aéreo entre Itália e China.

O primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte

O primeiro-ministro italiano Giuseppe Conte

Alessandra Tarantino

213 MORTOS E MAIS DE 9 MIL INFETADOS

O surto do coronavírus na China infetou no país quase 9.700 pessoas e matou 213, de acordo com o mais recente balanço, divulgado esta quinta-feira pelas autoridades chinesas

Outros 82 casos de infeção foram reportados por 19 países da Ásia, Europa, Médio Oriente, América do Norte e Oceânia, sete dos quais assintomáticos.

O surto foi detetado em dezembro na cidade de Wuhan, capital da província de Hubei, no centro da China.

Portugueses repatriados da China chegam a Lisboa no sábado

Os 17 portugueses repatriados da China chegam ao aeroporto de Figo Maduro, em Lisboa, no sábado. Viajam com a equipa médica que os vai buscar a Marselha, em França.

O grupo de portugueses retidos em Wuhan vai ser retirado na sexta-feira.

O avião, que vai fazer o repatriamento dos cidadãos portugueses e outros europeus desde aquela cidade, situada no centro da China, saiu esta quinta-feira de manhã do aeroporto de Beja em direção a uma das pistas da base aérea n.° 11, de onde descolou às 10h06. O voo vai parar em Paris e na sexta-feira segue para Hanói, no Vietname, de onde partirá para a China.

Ao que a SIC apurou, o voo de regresso de Wuhan aterra na base militar francesa de Istres, perto de Marselha, no sábado às 10h30. É de lá que o grupo de portugueses vai viajar para Portugal, juntamente com uma equipa médica.

A Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, criou um mapa interativo que permite acompanhar a evolução do coronavírus no mundo.

O mapa desenvolvido com base em dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), Centro de Controlo e Prevenção de Doenças e a Comissão Nacional de Saúde da China, permite acompanhar em tempo real o número de casos confirmados. Especifica ainda a quantidade de pessoas infetadas em cada país.

Veja aqui o mapa em permanente atualização.

Handout .

Veja também: