Coronavírus

Italianos campeões do mundo de pólo aquático leiloam anéis para financiar hospital

Antonio Bronic / Reuters

Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais devido à Covdi-19.

Especial Coronavírus

Os jogadores italianos campeões do mundo de polo aquático colocaram hoje a leilão anéis de luxo que celebraram esse êxito em 2019, para financiar o hospital Papa João XXIII de Bérgamo e combater a pandemia da covid-19.

"Estamos numa emergência nacional e eu e os meus companheiros da seleção decidimos dar o nosso contributo para ajudar. Em 2019 a 'La Gazzetta dello Sport' considerou-nos a melhor equipa do ano e ofereceu-nos este fantástico prémio, um anel muito bom", disse o capitão Pietro Figlioli, referindo-se às peças de uma ilustre joalharia italiana.

A Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, há 86.498 pessoas infetadas com o novo coronavírus. Há ainda a registar 9.134 mortos e 10.950 recuperados.

A iniciativa da seleção de polo aquático junta-se a outros gestos de solidariedade do mundo do desporto transalpino, tais como os de clubes de futebol Juventus, Inter de Milão, Roma ou Nápoles, além de futebolistas como Zlatan Ibrahimovic ou Insigne.

Cristiano Ronaldo, jogador da Juventus, agiu em Portugal, em conjunto com o empresário Jorge Mendes, com quem doou unidades de cuidados intensivos para hospitais em Lisboa e no Porto.

Quase 25 mil mortos em todo o mundo

O novo coronavírus matou 24.663 pessoas em todo o mundo desde que surgiu em dezembro. Foram registados 539.360 casos de infeção em mais 183 de países e territórios desde o início da epidemia. Pelo menos 112.200 foram considerados curados.

A Itália, que registou a primeira morte ligada ao coronavírus no final de fevereiro, é o país do mundo com mais vítimas mortais, há 86.498 pessoas infetadas com o novo coronavírus. Há ainda a registar 9.134 mortos e 10.950 recuperados.

Depois da Itália, os países mais afetados são Espanha, com 4.858 mortes para 64.059 casos, a China continental com 3.292 mortes (81.340 casos), o Irão com 2.378 mortes (32.332 casos) e França com 1.995 mortes (32.964 casos).

A Europa totalizou 16.925 mortes para 292.246 casos, Ásia 3.682 mortes (101.935 casos), Médio Oriente 2.437 mortes (38.896 casos), Estados Unidos e Canadá 1.332 mortes (89.400 casos), América Latina e Caraíbas 182 mortes (10.056 casos), África 91 mortes (3.340 casos) e Oceânia 14 mortes (3.491 casos).

Sobe para 76 o número de mortos por Covid-19 em Portugal. Mais de 4 mil casos

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta quinta-feira a existência de 76 mortes e 4.268 casos de Covid-19 em Portugal.

O número de óbitos subiu de 60 para 76 em relação ao último balanço da DGS, enquanto o número de infetados aumentou de 3.544 para 4.268, mais 724 relação a ontem, uma subida que representa um aumento de 20,4%.

Há, ao todo, 43 casos recuperados a registar, os mesmos que ontem.

SIGA AQUI AO MINUTO AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Veja também: