Coronavírus

Lar de Pombal vai retirar idosos para outro espaço e apela ao voluntariado

Das três mortes registadas no concelho, duas foram de utentes do lar da Cumieira e Circunvizinhas.

Especial Coronavírus

O lar da Cumieira e Circunvizinhas, em Pombal, vai retirar os utentes para outro espaço e apelou hoje ao voluntariado e à entrega de material de proteção individual, disse à agência Lusa o presidente da direção daquela instituição particular de solidariedade social.

Das três mortes registadas no concelho de Pombal, distrito de Leiria, duas foram de utentes do lar da Associação Sócio-Cultural, Recreativa e Educativa da Cumieira e Circunvizinhas, de 83 e 76 anos.

"Estamos a articular com várias instituições a retirada dos utentes. À partida, irão, na segunda-feira, para uma casa da Cruz Vermelha, na Praia do Pedrógão", no concelho de Leiria, revelou o presidente daquela IPSS, Joaquim Silva.

O responsável apelou ainda ao voluntariado, tendo em conta a falta de funcionários, que se encontram em quarentena.

"Temos falta de pessoas para trabalhar. Já tentámos encontrar voluntários, mas é difícil, porque ninguém quer vir trabalhar para um local onde há infetados [pela covid-19] ", lamentou.

O presidente da direção deixou outro alerta:

"Necessitamos de material de proteção individual, quer de fatos, quer de máscaras e luvas".

Dos quase 30 utentes da instituição, cinco estão infetados, disse ainda Joaquim Silva.

Segundo os últimos dados sobre a situação epidemiológica enviados pela autoridade de saúde pública do concelho de Pombal, às 10:00 de hoje, estavam confirmados 25 infetados pelo novo coronavírus, dos quais resultaram três óbitos.

Há ainda 10 casos em vigilância ativa e 180 em vigilância passiva, refere o documento.

Sobe para 76 o número de mortos por Covid-19 em Portugal. Mais de 4 mil casos

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta quinta-feira a existência de 76 mortes e 4.268 casos de Covid-19 em Portugal.

O número de óbitos subiu de 60 para 76 em relação ao último balanço da DGS, enquanto o número de infetados aumentou de 3.544 para 4.268, mais 724 relação a ontem, uma subida que representa um aumento de 20,4%.

Há, ao todo, 43 casos recuperados a registar, os mesmos que ontem.

SIGA AQUI AO MINUTO AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Quase 25 mil mortos em todo o mundo

O novo coronavírus matou 24.663 pessoas em todo o mundo desde que surgiu em dezembro. Foram registados 539.360 casos de infeção em mais 183 de países e territórios desde o início da epidemia. Pelo menos 112.200 foram considerados curados.

A Itália, que registou a primeira morte ligada ao coronavírus no final de fevereiro, é o país do mundo com mais vítimas mortais, há 86.498 pessoas infetadas com o novo coronavírus. Há ainda a registar 9.134 mortos e 10.950 recuperados.

Depois da Itália, os países mais afetados são Espanha, com 4.858 mortes para 64.059 casos, a China continental com 3.292 mortes (81.340 casos), o Irão com 2.378 mortes (32.332 casos) e França com 1.995 mortes (32.964 casos).

A Europa totalizou 16.925 mortes para 292.246 casos, Ásia 3.682 mortes (101.935 casos), Médio Oriente 2.437 mortes (38.896 casos), Estados Unidos e Canadá 1.332 mortes (89.400 casos), América Latina e Caraíbas 182 mortes (10.056 casos), África 91 mortes (3.340 casos) e Oceânia 14 mortes (3.491 casos).

Veja também: