UEFA Euro 2020: Seleções e Grupos

Euro 2020. Inglaterra: repetir 1966 e voltar a ser feliz em casa

Ariel Schalit

O perfil, o historial, momentos memoráveis e curiosidades sobre a presença da seleção inglesa no Campeonato da Europa.

Inglaterra é uma das 11 anfitriãs do Euro 2020 e, para além de jogos da fase de grupos e dos oitavos de final, o Estádio de Wembley em Londres vai receber ainda as meias-finais e a final.

Este presente em nove fases finais e chegou duas vezes às meias-finais, mas nunca venceu. Aliás, a seleção inglesa é a que esteve em mais Campeonatos Europeus sem nunca levantar o troféu.

Em 2021, espera voltar a ser feliz em casa, depois do título mundial conquistado em 1966, precisamente em Wembley.

Selecionador: Gareth Southgate

  • 50 anos;
  • Inglês;
  • Comanda a seleção desde 2016;
  • Como jogador, passou pela seleção inglesa e por clubes como Middlesbrough, Aston Villa ou Crystal Palace.

Ben Stansall

Convocados:


Guarda-redes: Dean Henderson (Manchester United), Sam Johnstone (West Bromwich), Jordan Pickford (Everton).

Defesas: Ben Chilwell (Chelsea), Conor Coady (Wolverhampton), Reece James (Chelsea), Harry Maguire (Manchester United), Tyrone Mings (Aston Villa), Luke Shaw (Manchester United), John Stones (Manchester City), Kieran Trippier (Atlético de Madrid/Esp), Kyle Walker (Manchester City), Ben White (Brighton).

Médios: Jude Bellingham (Borussia Dortmund/Ale), Phil Foden (Manchester City), Jack Grealish (Aston Villa), Jordan Henderson (Liverpool), Mason Mount (Chelsea), Kalvin Phillips (Leeds United), Declan Rice (West Ham), Bukayo Saka (Arsenal), Jadon Sancho (Dortmund).

Avançados: Dominic Calvert-Lewin (Everton), Harry Kane (Tottenham), Marcus Rashford (Manchester United), Raheem Sterling (Manchester City).

Melhor desempenho no Euro:

A seleção inglesa chegou às meias-finais de 1968 e 1996.

Presenças nas fases finais:

Participou em nove fases finais: 1968, 1980, 1988, 1992, 1996, 2000, 2004, 2012 e 2016.

Jogadores com mais golos:

  • Alan Shearer (7)
  • Wayne Rooney (6)
  • Frank Lampard (3)

Momentos memoráveis:

A comemoração de Stuart Pearce (que tinha falhado um penálti nas meias-finais do Mundial de 1990) após marcar um penálti nos quartos-de-final do Euro 96, frente à Espanha.

SANTIAGO LYON

Nas meias-finais de 1996, Inglaterra foi novamente a penáltis, desta vez com a Alemanha, mas poderia ter ficado pelo prolongamento se Gazza não tivesse falhado o cruzamento de Alan Shearer aos 99 minutos.

"Um Rooney furioso e imparável que parecia poder conquistar o Euro 2004 sozinho". É assim que a UEFA descreve o jogador que, apesar do momento, foi forçado a falhar os 27 minutos finais do jogo contra Portugal, nos quartos-de-final, devido a uma lesão.

Action Images

Curiosidades:

► A Inglaterra é a seleção que esteve em mais Campeonatos Europeus sem nunca levantar o troféu.

► Apenas quatro dos 40 golos da seleção inglesa no Euro foram marcados com o pé esquerdo (e apenas dois deles foram feitos por canhotos).

► A Inglaterra marcou três dos quatro penáltis assinalados para a equipa no Euro (excluindo desempates). Shearer marcou dois e Rooney outro. David Beckham falhou em 2004.

► O golo de Eric Dier frente à Rússia, no Euro 2016, é o único de Inglaterra feito a partir de um livre direto.

Ariel Schalit

Calendário de jogos:

O Euro 2020 realiza-se entre 11 de junho e 11 de julho de 2021, depois de ter sido adiado um devido à pandemia de covid-19.

A Inglaterra está no Grupo D com a Croácia, Escócia, República Checa.

Domingo, 13 de junho

  • Inglaterra - Croácia (14h00, Londres)

Sexta-feira, 18 de junho

  • Inglaterra - Escócia (20h00, Londres)

Terça-feira, 22 de junho

  • República Checa - Inglaterra (20h00, Londres)

Fonte: UEFA

Veja também:

ESPECIAL EURO 2020

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia